Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



110415_pt.jpg

 Nesta nova recomendação vamos abordar o género de ficção científica, e este filme é um bom exemplo de ficção científica feita bem. A história é a que se segue: uma experiência para travar o aquecimento global falha e provoca uma súbita idade do gelo que mata toda a vida no planeta.De forma a se salvarem constroem o Snowpiercer, um comboio que viaja em redor do globo graças a um motor de movimento perpétuo.Com o tempo desenvolve-se um sistema de divisão por classes no interior do comboio, mas a revolução está perto...Baseado na novela gráfica "Le Transperceneige", do francês Benjamin Legrand. Se a ideia de um comboio andar a volta do mundo parecer estúpida e um sistema de classes num comboio também, eis o encanto deste filme e uma das suas maiores forças, ficamos de tal maneira envolvidos na história que mesmo estas premissas parecem verdadeiras. Este envolvimento na história é algo que só um bom filme de ficção científica consegue.

Este filme conforme prossegue, tem muitas surpresas, e no fim, poderíamos dizer que há um plot twist magnificamente interpretado por Chris Evans. E é Chris Evans que seguimos durante a acção deste filme, e não se enganem que este filme em grande parte também é um filme de acção. A partir do momento que a acção começa, é sempre a andar, e não para até ao fim do filme. Este filme aborda vários temas desde a luta de classes até á noção do aquecimento global. Sendo um filme passado num futuro "apocalíptico", se assim podemos dizer, seguimos a personagem de Evans que lidera um grupo que vive em péssimas condições no fundo do comboio e a sua luta para chegar a frente do comboio e acabar com o status quo. Dentro deste filme, temos que destacar também a personagem de Tilda Swintom, que interpreta um dos subjugadores das carruagens da frente. Outro aspecto forte deste filme são as carruagens, em que cada carruagem é um lugar dentro de si mesmo, cada carruagem representa uma ideia do que é necessário para funcionar em sociedade e da desigualdade entre as diferentes classes. O cenário destas carruagens varia do belo e surreal a uma dose de realismo brutal, acompanhado em certos momentos de vistas do exterior do comboio, paisagens desoladas pelo frio.

Apesar de estar a falar de cenas ou aspectos visuais e não abordar especificamente a história do filme é porque neste tipo de filme não quero estragar demasiado as surpresas que aparecem no filme e que vejam-no com olhos novos e sem spoilers. Por isso, e como está no titulo do Post, recomendo vivamente este filme e se gostam de Ficção científica este é um excelente exemplo deste género.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:15


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2015

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D