Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Crítica - Homem-Aranha: longe de casa

por falarmd, em 07.07.19

429617_pt.jpg

Um dos filmes mais antecipados do verão, e a minha personagem favorita. Neste filme, Peter Parker (Tom Holland)é apoquentado por problemas na sua vida pessoal  o mágico Quentin Beck (Jake Gyllenhaal).

O filme têm visuais fantásticos e algumas cenas de acção que são memoráveis. A primeira parte é um bocado parada e só quando entra Mystério, Gyllenhaal, é que o filme entra no ritmo e temos algo mais interessante a acontecer. Alguma da comédia não funciona e parece algo da TV, porém este filme explora o que aconteceu nos Vingadores, e dá uma perspectiva diferente com as personagens que estiveram fora 5 anos. O filme têm várias revelações, principalmente a do final que muda o Homem-aranha para sempre. Jackson é bom no filme mas algo agressivo e depois é explicado, porém são essas pequenas surpresas e algumas lembranças de outros filme que enriquecem este filme. No final o filme apesar de alguns problemas, é bom e um bom tempo no cinema, ver no cinema.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:35


Crítica- Vida inteligente / life

por falarmd, em 02.04.17

395992_pt.jpg

 Não sabia o que esperar, porém as criticas têm sido boas, decidi ir ver. Neste filme, seis elementos da tripulação a bordo da Estação Espacial Internacional, em órbita sobre a Terra, realizam a captura bem-sucedida de uma sonda espacial que regressa de Marte com amostras de solo. Durante a análise das amostras, descobrem a primeira prova de vida extraterrestre. À medida que a tripulação inicia o estudo do organismo, os seus métodos acabam por ter consequências indesejadas e a forma de vida mostra ser mais inteligente do que alguma vez esperaram.

Não estava a espera que fosse um filme de terror, e tem momentos aterrorizantes. Porém este terror é mais psicológico do que utilizando as formulas de sustos fáceis. A criatura à medida que vai evoluindo fica muito mais assustadora, mas durante a evolução estamos sempre ansiosos com o que ela irá fazer.Todos os actores são bons no filme, com personagens tipo mas de fácil empatia com elas. Devo dizer que a morte de uma das minhas favoritas foi chocante, principalmente da forma como aconteceu. e têm morte muito inventivas e verdadeiramente assustadoras. Como estão no espaço usam isso para seu proveito, e o sentimento de claustrofobia únicaestá sempre presente. A negativa no filme é que o ritmo é lento, mesmo quando estão a ser perseguidos pela criatura. Os visuais são excelentes. No final, apesar de ser um filme mais lento, o sentimento de terror é convincente assim como o sentimento de urgência, vale a pena ver no cinema, o impacto será maior, principalmente para quem gosta de filmes de terror.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15


Crítica - Animais Nocturnos

por falarmd, em 31.12.16

340666_pt.jpg

 Ouvi coisas boas sobre este filme, por isso estava ansioso para o ver. Neste filme, Susan Morrow (Amy Adams), leva uma vida desafogada, mas vazia, na companhia do marido, Hutton Morrow (Armie Hammer). Durante um fim-de-semana, enquanto Hutton parte para uma das suas frequentes viagens de negócios, Susan recebe uma encomenda, de origem desconhecida. É um romance intitulado "Animais Noturnos", escrito pelo seu ex-marido, Edward Sheffield (Jake Gyllenhaal), com que ela não contacta há anos. A nota de Edward que acompanhava o manuscrito encoraja Susan a ler o livro e a contactá-lo durante a sua próxima estadia na cidade. À noite, na cama, Susan começa a ler. O romance é-lhe dedicado, mas o conteúdo é violento e devastador. Edward conta a história de Tony Hastings que, acompanhado pela família, conduz de noite por uma remota estrada do Texas quando é perseguido por um trio de marginais e forçado para fora da estrada para um confronto iniciado pelo líder do gangue, Ray Marcus (Aaron Taylor-Johnson). Manietado, vê a sua família ser raptada. Quando o dia nasce, Tony consegue pedir ajuda à polícia e o lacónico Tenente Bobby Andes (Michael Shannon) toma conta do caso. Andes acaba por criar uma forte ligação com Tony e dedica-se a perseguir os suspeitos quando os piores receios se tornam realidade. Comovida pela escrita de Edward, Susan não consegue deixar de relembrar os momentos mais íntimos da sua relação com o autor. Tentando olhar para dentro de si mesma e para lá da superfície brilhante da sua vida e da carreira que construiu, Susan interpreta progressivamente o livro como um conto de vingança, uma narrativa que a obriga a reavaliar as suas escolhas e volta a despertar um amor que ela temia perdido.

A sinopse revela muito do filme, porém é a direcção e os actores que tornam este filme excepcional. Apesar de revelar muito do que acontece no filme, mesmo assim o filme tem certas coisas que o tornam cativante. Quero destacar a interpretação de Johnson que é irreconhecível neste filme. Para além dele Shannon é um dos personagens mais interessantes do filme. Os actores principais também são bons e vermos o desenrolar da relação na vida real é devastador. A cinematografia do filme é excelente assim como a maneira como o director conjuga as duas histórias. Não posso falar mais sobre o filme sem entrar em Spoilers, o filme é bom, mas é tão diferente do que estamos habituados que não sei a quem o recomendar. No final este é um excelente filme, apesar da história difícil de defenir e um final que poderá frustrar algumas pessoas, porém é realista. Definitivamente ver no cinema, só não sei quem irá compreender totalmente o filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:36


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D